Sobre religiosidade, ambientalismo e opinião

🍯 #MelComPimenta 🌶

PESQUISA: 90% dos brasileiros vão à igreja, a cultos ou serviços religiosos; 17% frequentam mais de uma religião

“O percentual de fiéis que costuma ir à Igreja, cultos ou serviços religiosos não difere muito, quando se trata da religião declarada: 94% dos católicos, 98% dos evangélicos pentecostais, 99% dos não pentecostais e 95% dos espíritas dizem ir. Os umbandistas e os adeptos do candomblé costumam ir um pouco menos a serviços religiosos (82% e 84%, respectivamente)”, informa o Instituto de Pesquisas Datafolha.

Comentando: A pesquisa acima é um pouco antiga, mas os números não estão muito desatualizados. O fato é que os brasileiros e as brasileiras são bastante religiosos, mas isso não os torna capazes de construir uma sociedade justa e fraterna. Por quê? Você que está lendo essa matéria vá pensando, mas ainda analisaremos as causas dessa incapacidade das pessoas religiosas em construírem um mundo novo. É intrigante, não é mesmo?

ECOLOGIA: Projeto de dona de casa promove ações na área ambiental

“’Ações Sementinhas’. O nome criado pela dona de casa Edna Nardi Mendes Camilo, de 49 anos, já diz muito do projeto idealizado por ela e que desde 2006 ocorre no Jardim Brasília, limite entre Americana e Santa Bárbara d’Oeste. Ele consiste em iniciativas na área ambiental dentro das escolas e em espaços públicos, que disseminam conhecimento e consciência ecológica”, noticia O Liberal.

Segundo o jornal, o projeto nasceu dentro da Escola Estadual Antonieta Ghizini Lenhare, no primeiro ano em que ela funcionou em período integral. “Em 2009, o ‘Ações Sementinhas’ migrou para espaços públicos e para outras escolas na mesma região. Primeiro foi na praça Manoel Françoso e logo em seguida na Avenida Gioconda Cibin. Os dois locais foram revitalizados com o plantio de grama e canteiros floridos. A cada ação, o ‘Sementinhas’ agrega pessoas voluntárias que colaboram para a sua manutenção”, complementa.

Comentando: Numa sociedade em que falta vontade política aos governantes, é muito satisfatório ver iniciativas cidadãs como a desta senhora. Nós a parabenizamos pelo seu trabalho, ao mesmo tempo em que agradecemos o seu exemplo.

ARTIGO: No país da exclusão, Bolsonaro governa para devotos ricos e brancos

“Na contramão dos países civilizados, Bolsonaro resolveu agora elevar os benefícios fiscais para a indústria de refrigerantes, uma das razões da epidemia de obesidade que já atinge 59% das crianças brasileiras”, afirma o jornalista Ricardo Kotscho.

Ainda de acordo com ele, “para combater o contrabando de cigarros, o Ministério da Justiça estuda a redução dos impostos, na contramão das políticas antitabaco no mundo inteiro e aqui também, que reduziram drasticamente o consumo”.

“Quando corta drasticamente os recursos para a Educação, é a população mais pobre que ele atinge, porque os seus amigos ricos podem pagar boas escolas particulares. O mesmo acontece na saúde, onde a rede pública é desmantelada, para que os planos de saúde possam aumentar sua freguesia e seus lucros”, continua, em seu Balaio.

Comentando: Infelizmente, um pouco da metade dos brasileiros somente perceberá esses descalabros com o passar do tempo, quando as consequências dessas verdadeiras maldades doerem no bolso, na carne e na alma. Como os meios de comunicação social não informam com clareza e até contrainformam, o povo somente aprende sofrendo.

O vergonhoso balcão de negócios que foi a votação da reforma da Previdência, ontem (10), na Câmara. Saiba mais em: https://bit.ly/2YO6jdg

FRASE: “Em 2005, Warren Buffet, um dos 10 homens mais ricos do mundo, disse à CNN: ‘É uma guerra de classes, minha classe está ganhando, mas ela não deveria estar’. Numa entrevista concedida em Novembro de 2006 ao The New York Times, Buffett afirmou que ‘(aqui) é a guerra de classes, tudo certo, mas é a minha classe, a classe rica, que está fazendo esta guerra, e estamos ganhando’. Mais tarde, ele doou metade de sua fortuna a causas de caridade através de um programa desenvolvido por ele. Em 2011, rogou aos legisladores para que parassem de ‘mimar os super-ricos’”, diz a enciclopédia livre Wikipédia, sobre Luta de Classes.

Um excelente dia para você e os seus!

👨‍🏫 #VereadorProfPeSergio

Related posts

Leave a Comment