Americanense organiza cadastro de doadores de medula óssea

Nada causa mais empatia do que a solidariedade ao sofrimento humano Doenças incapacitantes e severas despertam em toda pessoa um sentimento altruísta, para aliviar o sofrimento de seu semelhante. Este espírito de bondade e compaixão é inato em toda pessoa e é o que nos torna definitivamente humanos. Inundada por esse sentimento de caridade, a dona de casa americanense, Raquel Maia, teve uma bela iniciativa: a de identificar pessoas que tenham o desejo de se cadastrarem no banco de dados de Doadores de Medula Óssea e ajudarem inúmeras pessoas que…