Pe. Sergio pede informações sobre atendimentos, óbitos e isolamento de pacientes com doenças contagiosas no HM

O vereador Professor Padre Sergio (PT) protocolou na secretaria da Câmara de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre atendimentos, óbitos e isolamento de pacientes com doenças contagiosas no Hospital Municipal (HM) Dr. Waldemar Tebaldi.

No documento, o parlamentar destaca que, segundo reportagem divulgada pela imprensa local, o HM realizou cerca de 3.500 atendimentos por dia no primeiro semestre de 2019. “Mesmo que esse montante inclua cirurgias, exames e consultas, e que as informações são provenientes de plataforma criada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), é um número que chama a atenção, aparentemente desproporcionais à realidade, se considerarmos respostas a requerimento sobre o tema”, aponta.

“Entre consultas, atendimentos cirúrgicos e obstétricos é possível observar que a média é de 610 procedimentos diários, considerando o mês de maior demanda. Mesmo restando mensurar exames, o valor está muito aquém dos informados pelo jornal”, acrescenta.

Na propositura, Padre Sergio pergunta qual a lista de procedimentos com finalidade diagnóstica realizados pelo hospital e quantos desses atendimentos foram feitos de setembro a dezembro de 2019. Questiona quais as principais cirurgias promovidas em 2019 caracterizadas como de urgência, qual o tempo de espera para o paciente realizar uma cirurgia eletiva e quais as principais que aguardam em fila de espera.

O vereador pede, ainda, dados de 2019 relativos à quantidade de abortos (naturais ou provocados), número de mortes atestadas e quantidade de óbitos registrados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sala de emergência e alas de internação.

Coronavírus

Ele também pergunta sobre a disponibilidade dos diversos setores do HM para o isolamento de pacientes ou de casos suspeitos do coronavírus, considerando a possibilidade de uma epidemia da doença.

“A preocupação é com as pessoas que estejam viajando para fora do país, independente do destino, pois nos aeroportos existe o contato com passageiros de diversas nacionalidades. Por isso, caso haja uma suspeita, é importante saber se o Hospital Municipal está preparado”, conclui.

Turistas já carregaram o vírus para pelo menos quatro países, Estados Unidos, Coreia do Sul, Tailândia e Japão – Foto: Getty Images

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante a sessão ordinária da próxima quinta-feira (30).

Related posts

Leave a Comment